O que é Hipertensão arterial na gravidez

0
114

Você sabe o que é hipertensão arterial na gravidez e como você pode tratar ela? Você sabia que uma das maiores causas da mortalidade materna no Brasil é por conta desses estados hipertensivos durante a gestação? Sim, infelizmente isso é real mas nem todas as pessoas sabem como se tratar nesses momento, e é sobre isso que iremos falar aqui.

O que é hipertensão arterial na gravidez ?

A hipertensão gestacional geralmente é diagnosticada quando os níveis de sua pressão arterial estão iguais ou a maiores que 140/90 mmHg e pode acabar ficando pior dependendo em qual maneira ela se instala em seu corpo, sendo da mais leve (natural) até a mais grave (agressiva). Pensando nisso, também é importante que você tenha uma boa rotina alimentar, com alimentos que ajudam a controlar a hipertensão arterial na gravidez.

Primeiramente, você precisa tomar o maior cuidado, pois como já havíamos falado existem várias formas que a hipertensão pode se instalar em seu corpo e isso pode acabar complicando sua gravidez por algumas formas diferentes, que são:

Pré-Eclâmpsia/ Eclâmpsia

Pré-Eclâmpsia/ Eclâmpsia
Pré-Eclâmpsia / Eclâmpsia (Foto: Divulgação)

Essa é uma doença hipertensiva específica durante a gravidez e que ocorre nas gestantes logo após a 20° semana da gestação. Ela possui um desenvolvimento gradual da hipertensão, edema generalizado e talvez, pode alterar a coagulação e função hepática. O motivo de esse ser a forma mais perigosa é pelo fato de causar convulsões.

Hipertensão crônica de qualquer etiologia – O que é Hipertensão arterial na gravidez

Hipertensão crônica de qualquer etiologia - O que é Hipertensão arterial na gravidez
Hipertensão crônica de qualquer etiologia – O que é Hipertensão arterial na gravidez (Foto: Divulgação)

Em síntese, hipertensão crônica nada mais é que a presença da hipertensão antes da gravidez ou antes 20° semana da gestação. Consequentemente, aquelas pessoas diagnosticadas com hipertensão crônica são as que tiveram essas alterações antes, durante ou após seis meses do parto.

Pré-Eclâmpsia sobreposta a hipertensão crônica ou nefropatia

Pré-Eclâmpsia sobreposta a hipertensão crônica ou nefropatia
Pré-Eclâmpsia sobreposta a hipertensão crônica ou nefropatia (Foto: Divulgação)

Nesse caso pode acontecer com mulheres com hipertensão preexistente, e nesses casos os diagnósticos finais tanto para o bebê quanto para a mãe é pior que qualquer uma das outras formas isoladas. Nesse sentido, você possui o diagnóstico quando o aumento da pressão acontece juntamente com proteinúria ou edema, logo depois da 20° semana da gravidez.

Hipertensão gestacional

Hipertensão gestacional
Hipertensão gestacional (Foto: Divulgação)

Esse é o caso que a pressão arterial aumenta em diferentes níveis durante a gravidez ou nas 24 primeiras horas após o parto sem qualquer outro sinal das formas apresentadas a cima.

Cuidados que mulheres hipertensas precisam tomar

Para as mulheres hipertensas que desejam engravidar precisam, sem sombra de dúvidas, de um acompanhamento de um médico para ser estudado seu caso, para que em nenhuma hipótese isso afete a gestante ou o bebê futuramente.

Todas as gestantes hipertensas precisam de um acompanhamento bem mais aprofundando, pois com o passar da gestação alguns hormônios farão o trabalho de manter a pressão estável e caso você esteja tomando algum tipo de medicamento e não esteja com o acompanhamento do médico pode acabar correndo vários riscos.

Com a ausência de redução da pressão arterial no segundo trimestre é um mal prognóstico.

Quais os cuidados que as enfermeiras precisam tomar com uma gestante que tem hipertensão?

Quais os cuidados que as enfermeiras precisam tomar com uma gestante que tem hipertensão?
Quais os cuidados que as enfermeiras precisam tomar com uma gestante que tem hipertensão? (Foto: Divulgação)

Em muitos casos é preciso que você ou o acompanhante fale quando chegar até o hospital que o caso é delicado e precisa de atenção, acima de tudo, e é de responsabilidade das enfermeiros e equipe médica fazer com que a paciente mantenha a calma e diminua a ansiedade ao máximo.

Além disso, é importante que sempre fique questionando a paciente sobre como está sendo a dor, qual a intensidade criando um diálogo para ajudar na ansiedade e para ir informando a situação da gestante. Caso seja necessário, se a paciente estiver com enjoos ou vômitos, a medicação deverá ser feita apenas com a prescrição do médico responsável.

De acordo com isso, a pressão precisa ser várias vezes conferidas, pois qualquer alteração pode acabar sendo fatal para a gestante ou o bebê ou causando, nas melhores das hipóteses, problemas futuros para ambos.

O que é Hipertensão arterial na gravidez e quais as causas?

Mesmo com muitas pesquisas ainda não se sabe qual é o verdadeiro motivo de uma hipertensão durante a gravidez, mas há um consenso que o problema é resultado entre a má adaptação do organismo materno e a nova condição que esta vivendo, sem contar que a alimentação causam grandes problemas, como o excesso de sal, por exemplo.

Medicação para hipertensão durante a gravidez

Medicação para hipertensão durante a gravidez
Medicação para hipertensão durante a gravidez (Foto: Divulgação)

Muitos médicos preferem apostar em primeiro lugar na alimentação ao invés dos medicamentos, porém em alguns casos apenas a alimentação não ajuda muito e acaba precisando sim do uso de medicamentos. Enfim, o uso é apenas com a indicação de um médico.

Concluindo, vale lembrar que todo e qualquer sintoma diferente durante a gestação, precisa sim ser acompanhado por um médico obstetra que possa estar orientando e cuidando da gestante, para que nenhum mal possa estar atingindo tanto a mãe quanto o filho.

Veja aqui alguns artigos muito interessantes para você:

Últimos posts por Julia Dias (exibir todos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui